Op Art e Pixel Art para os 6 e 7 anos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Op Art e Pixel Art para os 6 e 7 anos

Mensagem por AdminProfessoraGicelle em Seg Set 19, 2016 12:08 pm

Pessoal,

Eu sei que esse fórum não é como o outro que era muito mais fácil de usar, mas é o que consegui para agora. Como eu disse, mandarei sempre uma cópia do conteúdo daqui para a secretaria da escola. Vocês decidam qual o melhor jeito, ou por aqui ou via secretaria. Por aqui não tem a opção inserir imagens, na secretaria o arquivo irá com as imagens. Smile

Quarta-feira vistarei os cadernos. Ponto negativo se esse conteúdo não estiver colado ou copiado no caderno. Não aceitarei desculpas.



Op-art, também conhecida como Arte Óptica, é um estilo artístico visual que utiliza ilusões óticas. Este movimento artístico teve início na década de 1930 com as obras do designer gráfico e artista húngaro Victor Vasarely.

Características principais
- Uso de recursos visuais (cores, formas, etc.) para provocar ilusões óticas.
- As imagens parecem ter movimento.
- Combinações de formas geométricas simples como, por exemplo, quadrados, retângulos, círculos e triângulos.
- Em muitas obras, o observador deve se movimentar para visualizar os efeitos da pintura ou escultura.
- Uso de linhas paralelas sinuosas ou retas.
- Uso de poucas cores, sendo o preto e o branco as mais usadas.
- Imagens ocultas que podem ser vistas somente de determinados ângulos ou através da focalização de determinadas áreas da obra.
- Contraste de cores.

Principais artistas
- Victor Vasarely - artista e designer gráfico, é considerado o pai da op-art. Começou a fazer este tipo de arte na década de 1930.
- Bridget Riley - pintor inglês
- Jesús Soto - escultor e pintor venezuelano
- Yaacov Agam - artista israelense
- Richard Allen - artista britânico
- Tony Delap - artista norte-americano
- Josef Albers - artista alemão
- Heinz Mack - artista plástico alemão

Você sabia?
Uma das principais exposições de op-art ocorreu no Museu de Arte Moderna de Nova Iorque em 1965. Conhecida como "The Responsive Eye", a exposição contou com a participação de vários artistas importantes.

M. C. Escher (1898-1972) foi um artista gráfico holandês, conhecido pelos trabalhos em litogravuras que representavam várias perspectivas geradoras de ilusões de ótica no receptor.
Maurits Cornelis Escher nasceu em Leeurwaden. O artista teve grande influência da arte espanhola, significativamente os mosaicos. Foi na cidade de Alhambra, na Espanha, que Escher encantou-se com a arte da cidade, que possuía fortes traços árabes. A geometria, constante na arte de Escher, era caraterística da arte árabe, pois a religião islã proibia o uso do figurativo.
Escher, em seus desenhos, fazia uso do plano bidimensional no papel, proporcionando certas mudanças nos traços, mas sem alterar o polígono original. O que acontecia era uma gama de possibilidades que surgiam. Foi considerado um artista matemático, sobretudo geométrico.
A obra de Escher possui várias fases: Período das paisagens (1922-1937), o Período das Metamorfoses (1937-1945), Período das gravuras subordinadas à perspectiva (1946-1956) e Período da aproximação ao infinito (1956-1970). Obras famosas de Escher: “Torre de Babel” (1928), a série Metamorfoses (1937 a 1940), “Em cima e em baixo” (1947), “Côncavo e Convexo” (1955).
Escher faleceu na Holanda em 1970.

Vasarely foi um dos fundadores da arte cinética e um dos principais representantes da "Op art". Começou como gráfico em Paris, dedicando-se ao estudo da luz, do espaço e dos materiais. A partir de 1944, dedicou-se à escultura, desenvolvendo abstrações geométrico-construtivas. O sistema de "unidades plásticas", iniciado em 1959, representa a aplicação prática das suas ideias matemáticas e científicas no âmbito artístico. A técnica consistia em introduzir formas geométricas num elemento básico de forma quadrangular, produzindo efeitos espaciais, cinéticos ou vibratórios a partir de variações lineares e cromáticas. A utilização diferenciada de diversas formas geométricas na superfície e no espaço possibilitava a combinação ilimitada de redes de linhas e movimentos ondulatórios. As obras de Vasarely representam uma síntese entre a arte concreta e o construtivismo, bem como a possibilidade de controlar a obra de um ponto de vista racional e estético. Em 1976, concebeu um museu para a exibição das suas obras em Aix-en-Provence e, em 1981, foi inaugurado o Museu Vasarely no Castelo de Gordes (Vaucluse).

O Pixel Art é um formato de arte que integra pontos digitais em sua construção, baseada em pixels. Pixel — que significa o menor ponto de uma imagem digital — integra fotos ou animações, por exemplo. Esse formato também pode ser aplicado em jogos em 2D. Para criar objetos em pixel arte, você pode utilizar um site, programas no computador, aplicativos para celular, de forma gratuita e simples e também o papel.
Construa seus projetos em Pixel Art, com desenho ponto a ponto, para fazer Pixe Art você deve usar o papel quadriculado. Use e abuse da sua criatividade!!! Smile
Veja mais sobre Pixel Art aqui
http://www.techtudo.com.br/listas/noticia/2016/08/o-que-e-pixel-art-e-como-fazer.html

https://www.ideafixa.com/ja-ouviu-falar-em-pixel-art/
avatar
AdminProfessoraGicelle
Admin

Mensagens : 8
Data de inscrição : 04/08/2016

Ver perfil do usuário http://profgiarchanjoartes.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum